sábado, 21 de fevereiro de 2009

Direito à vida x Liberdade religiosa

Fonte: TJDFT
.
Paciente Testemunha de Jeová assinou procuração em cartório para não receber transfusões.
.
"Entre o direito à liberdade religiosa e o direito à vida, deve prevalecer o direito à vida". Com esse entendimento, o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública do DF autorizou médicos da rede pública de saúde a realizarem transfusões de sangue em mulher, mesmo contra a vontade dela.
.
O caso foi trazido à Justiça pela filha de uma paciente, atualmente internada no Hospital de Base do Distrito Federal, em estado de inconsciência. Laudos médicos comprovam que ela corre risco de morte caso não receba tratamento neurocirúrgico de urgência, incluindo transfusões de sangue. Os profissionais da área médica, no entanto, se depararam com uma procuração assinada e reconhecida em cartório, em 2006, onde a paciente informa, expressamente, seu desejo de não receber sangue de outras pessoas.
.
Ao registrar o documento, ela agiu de acordo com os princípios estabelecidos pela religião Testemunha de Jeová, de que é seguidora. Diante do estado de inconsciência da mulher, seus procuradores entraram em atrito quanto ao desejo dela de não sofrer qualquer tipo de transfusão de sangue. Ao solucionar o conflito, o magistrado lembrou que a vida é um direito fundamental garantido pela Constituição Federal. "Bem inviolável, máxime do nosso ordenamento e protegida pelo Estado com prioridade", destacou. Firme nesse pensamento, o juiz concedeu um alvará judicial à filha da paciente, para que sua mãe possa ser atendida imediatamente.
.
Nº do processo: 2009.01.1.009912-8

3 comentários:

Anônimo disse...

Testemunha de Jeová não são evangélicos.

São uma seita autônama e não cristã.

Fetter disse...

Não tenho como prática responder a comentários anônimos, pois entendo fazer parte de um certo comportamento "ético-blogueiro", a pessoa se identificar ao fazê-los.

Aliás, assim diz a primeira parte do terceiro mandamento dos conhecidos "dez mandamentos de blog": "Não colocarás comentários anônimos..."

Mas ocorre que o comentarista acima comete alguns erros que merecem ser comentados.

Primeiro, em nenhum momento o post diz que as Testemunhas de Jeová são evangélicos. Então, não sei o que motivou essa frase.

Em segundo lugar a própria comunidade se diz seguidora de uma "Religião Cristã e não-trinitária", ou seja, eles não aceitam a teoria da Santíssima Trindade, tais como os islâmicos e os judeus... Outro erro no "comentário anônimo".

Marcos Affonso disse...

A base do cristianismo é a trindade da qual Cristo é uma das pessoas da trindade se não aceito a trindade não não aceito suas bases, pois somente funcionam juntas sem perder sua individualidade,vejamos, agua é a forma ampla este é Deus que se envolver diretamente o homem o afoga com sua bondade, o gelo é água (Deus) solidificada Cristo para que o homem possa tocar, quando pegamos em uma pedra de gelo, age no exterior do homem o que fica em nossas mãos é água(Deus) , e o vapor é a água (Deus)em espírito, age no interior do homem sem afgar (o que fica em nossas mãos quando a colocamos diante de um vapor?), bem se não creio no gelo não creio na água, não creio no vapor, os tres existem são na sua base a mesma coisa e sempre voltam ao seu estado natural, logo, são tres sendo uno, negar um deles é negar a todos, pois basta um pouco de "pressão" (= a necessidade) para que a água se modifique para cumprir um objetivo.

Affonso.