quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

TJGO - Transfusão de sangue em Testemunha de Jeová

A juíza Patrícia de Morais Costa, em plantão no feriado, deferiu liminar e autorizou o Pronto Socorro para Queimaduras Ltda. , de Goiânia, a realizar transfusão de sangue na atendente Jéssica Gomes Vaz, da religião Testemunha de Jeová, internada em estado gravíssimo, com 60% do corpo acometido por queimaduras. Ela se acidentou no domingo (7) e sofreu queimaduras que atingiram sua face, orelhas, pescoço, tronco, membros superiores e inferiores, mãos, nádegas, coxas e pés. Segundo avaliação médica, corria risco de vida caso não se submetesse à transfusão.

Leia tudo AQUI

6 comentários:

WANDERSON disse...

existe um pq muito lógico pra q ela ñ quizesse transfusão. todos nós obedecemos leis, leis q determinam o grau de cidadânia q temos : federais , estaduais , municipais e até leis q estão na conciencia de todos como por exemplo parar ao ver um sinal vermelho. se os grandes sábios q deram a essa mulher o desprazer de receber sangue soubessem do pq e as alternativas q ela teria ¨atos 15:28,29/gên.9:3,4/atos15:19,20/lev.17:13-16. o q esta envolvido é a vontade de seguir uma ordem q é simples e clara de abster-se do sangue alem de se impedir várias doenças q vem provinientes do sangue como : hiv, cífilis gonorréia entre outras. será q DEUS ñ estava nos protegendo de mais essa calamidade?

WANDERSON disse...

Em atos15:28,29 diz... 28 Pois, pareceu bem ao espírito santo e a nós mesmos não vos acrescentar nenhum fardo adicional, exceto as seguintes coisas necessárias: 29 de persistirdes em abster-vos de coisas sacrificadas a ídolos, e de sangue, e de coisas estranguladas, e de fornicação. Se vos guardardes cuidadosamente destas coisas, prosperareis. _Boa saúde para vós!”_ aqui foi falado em saúde seria uma (proteção para nós ?) sabe falar ,reclamar sem saber do q se entende e se prega baseados nos concelhos da BIBLIA é muito ruim , alem do mais sera q os médicos estão tão por fora da evolução da medicina q diz q no ser humano pode-se tratamentos alternativos.

WANDERSON disse...

* Nos anos 60 o
famoso cirurgião Denton Cooley realizou algumas das primeiras cirurgias de coração aberto sem usar sangue.parabens ou ele era louco?
*Durante os anos 70, com o aumento no número de casos de hepatite entre os transfundidos, muitos médicos começaram a buscar alternativas para o sangue.
*por volta dos anos 80, várias equipes médicas grandes realizavam cirurgias sem sangue. Daí, quando irrompeu a epidemia da Aids, essas equipes começaram a ser consultadas com freqüência por outras equipes ansiosas de adotar as mesmas técnicas.
*Durante os anos 90, muitos hospitais desenvolveram programas que oferecem tratamento sem sangue aos pacientes.
*Uma vantagem da cirurgia sem sangue é que ela promove cuidados de melhor qualidade. “A habilidade do cirurgião é da maior importância para evitar perda de sangue”, diz o Dr. Benjamin J. Reichstein, diretor-cirúrgico de Cleveland, Ohio, EUA. Um periódico legal da África do Sul diz que, em certas circunstâncias, a cirurgia sem sangue pode ser “mais rápida, mais limpa e menos dispendiosa”. E acrescenta: “Sem dúvida, o tratamento pós-operatório em muitos casos se mostrou mais barato e menos trabalhoso.”

WANDERSON disse...

Essas são apenas algumas das razões pelas quais agora uns 180 hospitais no mundo todo têm programas especializados em tratamentos médicos e cirurgia sem sangue.
* Por motivos bíblicos, as Testemunhas de Jeová recusam transfusões de sangue. Mas aceitam — e procuram arduamente — alternativas médicas ao sangue. “As Testemunhas de Jeová buscam ativamente o melhor tratamento médico”, disse o Dr. Richard K. Spence, quando era diretor-cirúrgico de um hospital de Nova York. “Como grupo, são os consumidores mais bem informados que um cirurgião poderia encontrar.”

Os médicos aperfeiçoaram muitas técnicas de cirurgia sem sangue com as Testemunhas de Jeová. Veja o caso do cirurgião cardiovascular Denton Cooley. Num período de 27 anos, sua equipe realizou cirurgias de coração aberto sem sangue em 663 Testemunhas de Jeová. Os resultados demonstram claramente que é possível realizar cirurgias cardíacas com êxito sem usar sangue.
*É claro que muitos têm criticado as Testemunhas de Jeová por recusarem sangue. Mas um guia publicado pela Associação de Anestesistas da Grã-Bretanha e Irlanda considera a posição das Testemunhas de “sinal de respeito à vida”. Na verdade, a posição firme das Testemunhas de Jeová foi um dos grandes fatores que contribuíram para que hoje estivessem disponíveis para todos tratamentos médicos mais seguros. “As Testemunhas de Jeová que precisavam de cirurgia mostraram o caminho e fizeram pressão para que se melhorasse um setor importante do serviço de assistência médica na Noruega”, escreveu o professor Stein A. Evensen, do Hospital Nacional da Noruega.

Para ajudar os médicos a dar tratamento sem uso de sangue, as Testemunhas de Jeová desenvolveram um útil serviço de ligação. Atualmente, mais de 1.400 Comissões de Ligação com Hospitais no mundo inteiro estão equipadas para fornecer a médicos e pesquisadores literatura médica de um banco de dados com mais de 3.000 artigos relacionados a tratamentos médicos e cirurgia sem sangue. “Hoje, é menos provável que as Testemunhas de Jeová — e pacientes em geral — recebam transfusões de sangue desnecessárias por causa do trabalho das Comissões de Ligação com Hospitais, das Testemunhas”, diz o Dr. Charles Baron, professor da Faculdade de Direito de Boston, EUA.
Fala sério o q mais falta... só o devido respeito pelas TESTEMUNHAS DE JEOVA. Fiquem COM ELE ( JEOVA )

WANDERSON disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fetter disse...

Prezado Wanderson, em primeiro lugar agradeço sua participação neste blog e parabenizo-lhe por sua loquacidade e pela veemência com que defende suas idéias.

Como sou ateu, você deve imaginar que não considero a Bíblia como sendo um "Livro Sagrado" e, consequentemente, não posso acreditar nas suas opiniões, embora as respeite por estarem respaldadas em alguma leitura, mesmo que claramente tendenciosa.

Acredito também que a discussão a respeito do "Direito de Morrer", ou de "não receber determinado tratamento médico" é de suma importância e deveria ser levada em consideração pelo nosso Estado, sobretudo por ser uma questão que deve independer da religião adotada por esta ou aquela pessoa.

A falta de uma determinação legal clara faz com que as medidas sejam tomadas com base na fenomenologia religiosa de cada um, o que é sempre perigoso e pode levar a injustiças.

Pense na situação contrária, por exemplo, a pessoa quer ser tratada de uma determinada forma e o médico, Testemunha de Jeová, decide por um tratamento alternativo: quais seriam as consequências legais da morte desta pessoa ?

Enfim, acredito na relevância do tema e peço que você continue pesquisando e escrevendo a respeito.

Apenas sugiro a leitura não só das teses favoráveis, como também dos estudos que sejam contrários às tuas idéias. Este tipo de leitura é fundamental para que você desenvolva seu raciocínio crítico.

Ademais, um sábio já disse mais ou menos o seguinte: "Não temo aquele que leu vários livros, mas sim aquele que leu um só."